Quem disse que os banheiros não merecem atenção quando se trata de decoração? Ao escolher peças e acessórios é preciso levar em conta, além da funcionalidade e praticidade, o visual e o design. Prova desta renovação são os mais variados modelos de cubas disponíveis no mercado.

 

Foi-se o tempo em que o banheiro ficava num cantinho escondido no fundo da casa. Hoje em dia as tendências da arquitetura apresentam banheiros bem projetados e decorados com muito bom gosto. A sofisticação que vai do clássico ao que de há de mais moderno no mercado, faz com que os banheiros recebam atenção redobrada dos proprietários de imóveis. E na hora de escolher as peças para compor o espaço um item tem recebido bastante atenção: a cuba.

 

 

Responsável por dar um toque diferenciado ao design dos banheiros, a peça é elegante e cheia de estilo e pode ser encontrada em vários formatos e materiais: ovais, retangulares, compridas, finas, transparentes, fundas, de madeira, mármore, acrílico, inox, cerâmica, resina de poliéster e vidro. As cubas podem ser sobrepostas à bancadas, embutidas ou de apoiar. E independente da escolha, o resultado é sempre belo e requintado.

Os valores partem de R$ 69,00 a peça para os modelos mais simples e as mais sofisticadas têm grande variação, dependendo do modelo escolhido.

A Wet Bath, cadastrada no Portal WebReforma, trabalha com modelos exclusivos e possue excelentes opções para os seus ambientes!!

 

 

Porém, antes de investir nesta bela peça, é preciso prestar atenção em alguns detalhes, como a altura da bancada. Ela precisa ser menor quando se usa uma cuba de apoio, pois o que importa é a altura da parte superior da cuba, que deve ficar a aproximadamente 85 centímetros do chão. Uma certa variação é admitida, especialmente de acordo com a altura dos usuários, mas nunca ultrapassando os 90 centímetros de altura ou ficando abaixo de 80 centímetros. Para saber a altura final da bancada, então, basta definir essa medida e subtrair a altura da cuba escolhida.

As cubas de apoio podem ser de diversos tamanhos e formas, mas em geral agregam design diferenciado aos banheiros, e também leveza dependendo do desenho da peça. Em bancadas com pouca profundidade, podem ser usados os modelos que têm base menor do que a parte superior, ficando assim com a ponta de cima para fora da bancada. É preciso tomar cuidado apenas para que a base fique inteiramente apoiada no tampo, com mais alguns centímetros de folga para não dar a sensação que ela vai cair para a frente.

 

  

 

O tipo de torneira indicada para ser usada com cubas de apoio, caso o ponto de fixação seja na bancada, são as chamadas “torneiras de bica alta”, que são mais compridas, com a água saindo de um ponto mais alto. O acionamento na parte superior da torneira, ao invés de na base, também é mais prático nesse caso, pois não fica escondido atrás da cuba, dificultando o acesso.

Se a cuba tiver furos para instalação da torneira na própria peça, as torneiras podem ser mais baixas, como se a cuba fosse de embutir, mas caso se queira um maior destaque é possível usar torneiras mais altas também. Podem ser usadas também torneiras de parede, tomando o cuidado de deixar o ponto de saída da água de preferência a cerca de 10 a 15 centímetros acima do topo da peça. O importante é que a água não saia muito do alto, para não espirrar para fora, mas que também não fique tão baixa a ponto de se ter que colocar a mão inteira dentro da cuba para enxaguá-la.

 

  

Fotos: Reprodução

 

Gostou? Confira também os modelos exclusivos de torneiras para a combinação perfeita e deixe seu banheiro mais bonito e sofisticado.

 

Vai construir ou reformar? Acesse o Portal WebReforma e encontre profissionais e serviços recomendados. São engenheiros, designers de interiores, arquitetos, pedreiros, encanadores, pintores, paisagistas, entre outros.

 

Fotos: Reprodução


COMPARTILHE:

Reforma de cozinha: ideias...

Oferecimento:

7 Tipos de cuba para banhe...

Oferecimento:

Cozinha Sustentável

Oferecimento:

Wet Bath

Voltar